Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escrevo, logo existo

Escrevo, logo existo

livrosbolso-billboard
15
Fev20

A Vida vale mais do que a morte

Escrevo, logo existo

A eutanásia é uma ofensa ao desenvolvimento e inteligência humana. Se existe coisa que representa um avanço civilizacional, é o momento em que o ser humano e a ciência colocou no centro da discussão o prolongamento da vida humana, o passo a dar a seguir, deveria de ser a da dignificação da vida humana para todos os seres humanos e não o alcance da melhor forma de morrer.

Muitas comparações têm sido feitas com a Interrupção Voluntária da Gravidez, estes tipos de comparações são perigosos e demagógicos e que se regem por razões religiosas. A IVG não mete termino a nenhuma vida humana e a eutanásia mete.

A eutanásia deveria de ser a última das preocupações. Quando temos um país com casos de pobreza extrema, quando temos telhados de amianto nas escolas, quando temos um Serviço Nacional de Saúde que ainda não dá a resposta necessária.

A vida é um direito, a morte é uma inevitabilidade, não é normal querer morrer, mas é normal querer viver e com dignidade. Viver com dignidade não é morrer com dignidade porque não há nada de digno na morte, tendo em conta que depois da morte não existe nada. A vida é precária porque é curta e acaba, cabe a nós tornar a vida cada vez melhor, mais digna e cada vez mais duradora.

Nesta discussão é determinante o fator esperança, é preciso esperança para todos os seres humanos, um ser humano sem esperança é um corpo sem condição humana que não está bem, é patológico e esta questão não é apenas filosófica, como psicológica e psiquiátrica, é uma questão holística e tem de ser olhada desta forma. Que se criem as condições para garantir a condição humana de todos os seres humanos, que se dê condições de vida a todos e que não se arranje formas “melhores ou piores” de morrer porque morrer não tem nada de bom.

A questão, discussão e agitação criada pela eutanásia serve os interesses do PS porque afasta a discussão do que realmente interessa, que é a dignificação da vida de todos os portugueses porque tal preocupação mete em causa o superavit (segundo o PS).

 

27
Jan20

Rearrumação de forças à direita: Qual a resposta à esquerda?

Escrevo, logo existo

Um CDS-PP e um PSD em definição dos seus caminhos, estratégias e táticas, entre o “centro” esquerda e a direita, se considerarmos que existe centro, espaço este que é uma falácia, pois não existe meias questões na política, ou se é de direita ou de esquerda!

O aparecimento de novas forças, desde o Chega à Iniciativa Liberal, a criarem um novo enquadramento para o eleitorado de direita mais “conservador” (para não dizer outra coisa).

O PSD de Rui Rio é um PSD que tenta disputar ao dito centro, resta saber se isto é suficiente para conquistar o poder, o presidente eleito do CDS-PP tenta disputar à direita o eleitorado, afirmando ao mesmo tempo que a quer unir a direita enquanto “vanguarda”, movimento este que Passos Coelho (D.Sebastião?) já veio dar um ar da sua graça. Esquecendo-se que a sua presença encontra-se em todo lado, menos nas graças do nosso povo que sofreu nas suas mãos.

Outra questão é que o povo está “sereno” como o PS gosta, mas não querendo isto dizer que está contente. Agora uma coisa é certa, irá manter-se enquanto não se apresentar uma alternativa mobilizadora quer à direita, quer à esquerda (espero eu à esquerda).  

O CDS-PP vive o mesmo dilema sendo que aqui a referência em vez de ser entre o Sá Carneiro e o Passos Coelho, é entre a direita católica conservadora (Salazarenta/populista) e a doutrina social da igreja menos populista e menos conservadora.

Como dizia o outro: “Com os problemas dos outros, posso eu bem!” o que me preocupa é; quando o PS der para o torto porque rebaixa-se à UE porque não renegoceia a divida nos seus prazos juros e montantes porque injeta dinheiro no novo banco que em nada contribui para o desenvolvimento do país. Será que existirá a força capaz e necessária para que estes direitolas que vestem calças beges, ou os outros que penteiam o cabelo para trás não voltem para lá e que garanta ao mesmo tempo que o PS não leve o país e os trabalhadores à desgraça? Uma alternativa de poder que se coloque agora, pois quando der para o torto já é tarde demais e o cassete dá a volta e toca o mesmo.

A história continua … Não percas o barco …

26
Jan20

Breaking Bad – Uma Obra Prima

Escrevo, logo existo

O que gostaria de dar mais destaque, mais do que a beleza das imagens e a sua combinação com o ambiente sonoro, gostaria de destacar o retrato social feito à sociedade Norte Americana, ao capitalismo, que leva ao desespero das famílias e dos indivíduos, levando-os a cometer actos contra os seus próprios valores e princípios.

Actos estes que são também reflexo do sistema que vivemos, ou seja, um sistema que apesar de se revestir de uma falsa intenção de ajudar o outro (caridadezinha), no fundo não olha a meios para atingir o fim, que é o lucro. Sistema este que prefere manter um exército de “restos da sociedade” porque (para eles) dá mais lucro do acabar com todos os flagelos do mundo.

Sem dúvida uma série da minha vida, se não viram, não percam tempo e vejam, é uma lição de vida e é a dureza da vida o confronto com as dificuldades que nos levam por vezes a cometer actos que nunca diríamos que poderíamos cometer.  

P.s. também já vi o El Camino depois se me apetecer escrevo alguma coisinha. Atenção o video tem spoilers. 

 

29
Dez19

Jesus grita: "SUAS BICHAS OFENDIDAS!! MAIS SENTIDO DE HUMOR POR FAVOR!!"

Escrevo, logo existo

Já tinha trazido aqui o clássico "papai noel FDP", entenda-se que o pai natal é na verdade S. Nicolau e nínguem é capara de dizer nada.

Se Jesus era homessexual? Nunca o conheci, portanto nunca lhe perguntei... Uma coisa é verdade, a biblia diz que não foi para acama com a Maria Madalena, coisa que o código Da Vinci desmente. Pergunto eu: Porque é que Jesus não foi para a cama com Maria Madalena? Se calhar segundo estes senhores que fizeram o que fizeram à Porta dos Fundos consideram que "um gajo que não vai para a cama com uma gaja, ainda por cima prostituta, só pode ser paneleiro", estas são as mesmas pessoas que escreveram #jesuischarliehebdo. 

Onde andam os Je Suis qualquer coisa? Foram para a cama com Jesus Cristo seus cristãos fanáticos em fase de negação?

Agora trago-vos a história de Joãozinho, o escuteiro do CNE que quando descubriu que Jesus era gay, ele próprio saiu do armário e gritou "obrigado Jesus por te assumires".

p.s. Jesus riu-se com esta publicação e deus aplaudiu fomando o seu charuto enquanto recebia massagens de Maria Madalena. 

 

28
Dez19

Documentário: (T)error

Escrevo, logo existo

(T)error é um documentário que denúncia e demonstra o processo utilizado pelo FBI para justificar o seu suposto empenhenho no combate ao dito terrorismo. É um bom documentário, cru e duro, tal e qual a realidade, deixando a análise para cada um do que é certo e do que é errado, o que é justificável quando falamos de necessidades financeiras.

Uma demonstração perfeita da relação entre o informador e o FBI propriemente dito, entre o individuo e o estado, entre o estado inquisidor e o individuo vitima. 

Resumindo um bom documentário que não tem nada de bonito, que nos faz reflectir no estado do mundo e mais especificamente dos EUA, depois dos acontecimentos do 11 de setembro de 2004, que tornou a realidade mais perigosa, que tem o estado e os ditos terroristas como principais protagonistas demonstando a faceta da principal função do dito terrorismo, enquanto instrumento político, nomedadamente para os estados que tiveram os chamados atentados terroristas.

P.s. Um dia se me apetecer escrevo porque é que digo "dito terrorismo". 

 

 

Plano Nacional Leitura-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D