Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escrevo, logo existo

Escrevo, logo existo

livrosbolso-billboard
09
Abr20

Não existe solidariedade na UE... E novidades??

Escrevo, logo existo

Podemos afirmar que a solidariedade europeia pode existir, não pode existir é no quadro da União Europeia. Sempre se soube que sentar barrigudos capitalistas à volta de uma mesa com pobres dá sempre mau resultado, pois os seus interesses são antagónicos. Depois de mais uma reunião, nada resultou dela e isso deve-se aos interesses antagónicos e às suas diferentes realidades.
Portugal necessita de começar a procurar relações alternativas no quadro do continente europeu e também noutros continentes porque na União Europeia já vimos várias vezes que não vale a pena esperar nada mais do que o chupar de dinheiros públicos dos portugueses.
A ideia de que a União Europeia é o sítio do qual vai surgir a solução para este problema que aí vem, é a mesma coisa do que esperar que o ovo saia do cu do galo por não termos galinhas. A Holanda não é o país que não perceberam o que é União Europeia, como é dos países que percebem melhor o que é a União Europeia e a juntar a estes podemos incluir também a Alemanha, perceberam que a União Europeia é uma forma de centralizar a economia do continente e secar tudo à volta e estes dois países são dos principais a usufruir desta política de terra queimada. Os Ingleses saíram e bem percebendo a tempo e a sua vida continua, se nós percebermos tarde de mais, a nossa vida poderá recuar. Enquanto é tempo tomemos uma atitude!

06
Abr20

Iniciativa de vez em quando liberal

Escrevo, logo existo

 Ontem foi o programa do Ricardo Araújo Pereira em que o convidado foi Cotrim Figueiredo. O que salta à vista é nada mais nada menos de que a Iniciativa Liberal é de vez em quando Liberal, pois defendem ideias "liberais" para as empresas poderem fazer lucro à custa da exploração dos trabalhadores à vontade, mas se estas tiverem "dificuldades", defendem a intervenção do estado.
Acreditam na mão invisível e por isso estão sempre a levar chapadas de realidade na cara.

"SAÚDE – LIBERDADE DE ESCOLHA E ACESSO DIVERSIFICADO

Reestruturação da ADSE como um sistema de saúde de livre acesso a todos os cidadão." Site da IL.

Esta proposta roça o ridículo tendo em conta que a ADSE é da responsabilidade dos trabalhadores da Função Pública e não do estado. Ela funciona como uma espécie de cooperativa em que é financiada pelos próprios trabalhadores.
Isto demonstra o desconhecimento e o desespero da IL para acabar com o SNS para favorecer o grupo Melo entre outros.

"REFORMA DA FUNÇÃO PÚBLICA

Equiparação dos estatutos laborais de função pública e trabalhadores privados. Redução do número de trabalhadores contratados para a função pública e optimização destes recursos humanos. Implementação transparente dos princípios da meritocracia, da qualidade de serviço, e da eficiência como critérios essenciais de promoção e hierarquização." Site da IL.

Aqui é uma jogada muito esperta e assente no conhecido preconceito da tasca "Os função pública não fazem nada e vivem à conta do estado", uma proposta séria seria ao contrário desta, ou seja, equiparação dos direitos trabalhadores privados aos trabalhadores do sector público. Assim resultaria numa melhoria de condições de vida.
A proposta da IL resulta no recuo de direitos da função pública, quando sabemos que o exemplo do estado deveria de ser alargado a todo o sector privado e que a equiparação à função pública, resultaria numa melhoria de condições de vida, na generalidade da população .
Resumindo
A IL apenas serve como mais um partido para promover a desvalorização dos direitos dos trabalhadores e como balão de oxigénio dos grandes interesses!

 

 

 

28
Mar20

Cambalhotas da Direita e a falta de escrúpulos

Escrevo, logo existo

PSD

O Rui Rio acha que não deviam de estar tantos deputados do PSD no plenário da Assembleia, saíndo do hemiciclo durante a sessão. Lembro ele é lider do mesmo partido em que tem o dobro dos deputados recomendáveis. É um inception político.

Iniciativa Liberal

De "ideologia liberal" que defende a intervenção do estado quando o mercado não dá resposta, ou seja, que deve pagar os prejuizos do privado.

P.s. Os factos falam por si.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Enquanto a direita anda às cambalhotas (e ainda bem), a falar da defesa das "empresas", essa entidade abstracta, quando sabemos que eles estão a falar dos proprietários das empresas, pois em relação à segurança dos trabalhadores e dos seus empregos remetem sempre para segundo plano (ou quinto). 

Enquanto a direita continua pela espuma dos dias, outros estão na vanguarda da defesa dos trabalhadores, falando sobre os despedimentos ilegais, os não pagamentos de salários etc. 

A luta de classes em tempo de pandemia e de estado de emergência não se suspende e é necessário continuar a trava-la até porque está em marcha o plano mais asqueroso de tentativa de reversão de direitos, projecto este que quer fazer um ajuste de contas com o que foi conquistado na última legislatura, aproveitando-se do Covid-19. Aqui é que se vai ver, mais uma vez, de que lado está o Partido Socialista, a luta vai continuar pois sabemos que não há muito que se espere desse partido.

A maior lição que a nova fase da vida política nacional deu foi a conclusão que a crise económica resolve-se com mais dinheiro nos bolsos da população e com mais dinheiro a girar. Seja de facto um ensinamento que oriente a ação política e não um mero acontecimento do passado esquecido. 

No que toca à União Europeia é impressionante a quantidade de madames ofendidas pelo "comportamento" da Comissão Europeia, a questão é que estas atitudes são fruto da natureza da própria UE. Não existe aqui nada de impressionante!

A UE é centralista e monopolista no ponto de vista financeiro e económico, esta é a tradução da expressão "solidariedade (da União) Europeia" que promove as diferenças e as desigualdades entre os países e os seus povos. É um directorio de potências, nesse sentido nunca irá servir os interesses dos diferentes povos e trabalhadores.

O país e o mundo está muito incerto, mas tenho uma certeza: Grandes perigos, convivem com grandes potencialidades. É aqui que devemos todos de actuar, lutar por uma sociedade diferente centrada nos trabalhadores e que promova os seus direitos, para tal é preciso alternativa e para tal é urgente lutar!

Alternativa essa que passa pela renegociação da divida, pela saída do Euro e da União Europeia, construindo o caminho para a Alternativa Política Patriótica e de Esquerda, a única que é capaz de dar resposta ao que o país e o povo precisam.

 

13
Mar20

Covid-19 não suspende a ideologia e muito menos a memória

Escrevo, logo existo

O CDS o PSD e os seus broches à lapela (IL e Chega) estão a dizer que é necessário meter as ideologias à parte, é compreensivel tendo em conta que estes mesmos partidos são contra o serviço público de saúde e tomam medidas políticas para o describilizar e desmantelar. 

Costumam dizer que isso do serviço nacional de saúde é coisa de esquerda e têm razão é mesmo e isso é o que eles hoje não afirmam, mas afirmaram no passado e continuam a defende-lo.

Defender a dignidade do ser humano é uma questão ideológica e neste combate não estamos de facto do mesmo lado da barricada, pois é na prática que se vê quem defende as pessoas e a melhor forma de combater as pandemias e de dar qualidade de vida às pessoas é começar por defender o SNS e isto é o minimo.

Sei que dói, mas de facto tudo é ideologia e especialmente na defesa da dignidade humana. 

03
Mar20

A rebilião de Nuno Melo: Explicação

Escrevo, logo existo

Nuno Melo junta-se com um grupo de estudantes e altos empresários e decidem iniciar uma rebilião, para tal deram em 30 gr de cocaína enquando discutiam. Os canapés eram maravilhosos e numa TV passava a TV Touros e noutra uma missa em Trás dos Montes. Que bonito é um fascista e o seu canapé. 

Mas não é uma rebilião qualquer, é uma rebelião contra a Greta devido ao Corona, isto até dava outro texto "Greta Melo Corona e canapé que barafunda que é". A questão surge de imediato qual é a necessidade? É nada mais, nada menos do que a necessidade de atenção que nem um cão. 

Já chega de rimas por hoje não? 

Pois bem porque a estupidez tem limites e a necessidade de atenção também, deixo-vos esta canção:

 

 

 

25
Fev20

A música que vos deixo para o momento em que estamos: Racismo é Burrisce!

Escrevo, logo existo

A tranquilidade desta música remete-nos para necessidade de auto reflexão.

Apesar desta falar sobre a realidade brasileira, é universal e encaixa-se muito bem na nossa realidade. Crítica o negacionismo do racismo, diga-se de passagem que vive de braços dados com outro tipo de negacionismos e branqueamentos. 

Faça a sua lavagem cerebral e diga não ao racismo, com mais ou menos floreados!

#racismoéburrice #diznãoaoracismo

15
Fev20

A Vida vale mais do que a morte

Escrevo, logo existo

A eutanásia é uma ofensa ao desenvolvimento e inteligência humana. Se existe coisa que representa um avanço civilizacional, é o momento em que o ser humano e a ciência colocou no centro da discussão o prolongamento da vida humana, o passo a dar a seguir, deveria de ser a da dignificação da vida humana para todos os seres humanos e não o alcance da melhor forma de morrer.

Muitas comparações têm sido feitas com a Interrupção Voluntária da Gravidez, estes tipos de comparações são perigosos e demagógicos e que se regem por razões religiosas. A IVG não mete termino a nenhuma vida humana e a eutanásia mete.

A eutanásia deveria de ser a última das preocupações. Quando temos um país com casos de pobreza extrema, quando temos telhados de amianto nas escolas, quando temos um Serviço Nacional de Saúde que ainda não dá a resposta necessária.

A vida é um direito, a morte é uma inevitabilidade, não é normal querer morrer, mas é normal querer viver e com dignidade. Viver com dignidade não é morrer com dignidade porque não há nada de digno na morte, tendo em conta que depois da morte não existe nada. A vida é precária porque é curta e acaba, cabe a nós tornar a vida cada vez melhor, mais digna e cada vez mais duradora.

Nesta discussão é determinante o fator esperança, é preciso esperança para todos os seres humanos, um ser humano sem esperança é um corpo sem condição humana que não está bem, é patológico e esta questão não é apenas filosófica, como psicológica e psiquiátrica, é uma questão holística e tem de ser olhada desta forma. Que se criem as condições para garantir a condição humana de todos os seres humanos, que se dê condições de vida a todos e que não se arranje formas “melhores ou piores” de morrer porque morrer não tem nada de bom.

A questão, discussão e agitação criada pela eutanásia serve os interesses do PS porque afasta a discussão do que realmente interessa, que é a dignificação da vida de todos os portugueses porque tal preocupação mete em causa o superavit (segundo o PS).

 

14
Jan20

Paz e chapadas (foneticamente é espetacular – apenas isso)

Escrevo, logo existo

Quando alguém dá uma chapada a outra pessoa para evitar andar à porrada em vez de se retirar, quando tem essa opção é a mesma coisa do que meter lenha na fogueira para ela não arder.

Há quem ache que a atitude de Trump é uma coisa nunca vista, é mentira! Isto sempre foi prática política nos e dos EUA, para resolver questões políticas internas.

A utilização do espantalho do “terrorismo” como tática de alienação de massas, nunca foi tão claro como hoje. O império Norte Americano utiliza o “terrorismo” como instrumento político, chegando ao ridículo de classificar um exército e um general como “terroristas”.

A questão que se impõe é: um estado que mata um general explodindo com o seu carro através de um drone, pode designar-se como um estado “terrorista”? Se adotarmos este termo, como é banalmente utilizado, teremos então de considerar este ato como um ato de terrorismo de estado.

Temos um atrito entre dois países, conflito este que arrasta uma região do globo e que tem envolvido diferentes países, quer sejam desta região, quer sejam do resto mundo.

Falemos dos que podem fazer diferença, os da região propriamente dita não têm grande influência e importância, a não ser pela sua proximidade geográfica e cultural, pois estes apenas agem de “costas quentes” e com garantias de terceiras partes. Quem pode de facto fazer a diferença para o equilíbrio de forças é a Rússia e a China, tendo em conta que da UE e dos seus Estados Membros não se espera grande coisa, além de apoios ou votos de condenação muito “diplomáticos” que passam a mão nas costas dos EUA.

É determinante que estes mexam as suas esferas de influência em forma de contraste com a forma dos EUA, ou seja, promovendo a paz, a cooperação e o equilíbrio de forças, prática esta que tem sido prática da China e da Rússia.

No que toca à região do Médio Oriente temos três países que merecem alguma atenção nomeadamente Israel, Turquia e a Arábia Saudita. Israel é um fiel aliado dos EUA, a Turquia joga em vários tabuleiros, jogando com as contradições dos EUA e da Europa aproveitando os interesses da Rússia e por último a Arábia Saudita a protegida dos EUA, rica e cheia de petróleo até à ponta dos cabelos.

A realidade do médio oriente é complexa e é com essa complexidade que a devemos de olhar sem simplismos, mas uma coisa é certa: a violência e a desestabilização não constroem a paz!

 

 

29
Dez19

Jesus grita: "SUAS BICHAS OFENDIDAS!! MAIS SENTIDO DE HUMOR POR FAVOR!!"

Escrevo, logo existo

Já tinha trazido aqui o clássico "papai noel FDP", entenda-se que o pai natal é na verdade S. Nicolau e nínguem é capara de dizer nada.

Se Jesus era homessexual? Nunca o conheci, portanto nunca lhe perguntei... Uma coisa é verdade, a biblia diz que não foi para acama com a Maria Madalena, coisa que o código Da Vinci desmente. Pergunto eu: Porque é que Jesus não foi para a cama com Maria Madalena? Se calhar segundo estes senhores que fizeram o que fizeram à Porta dos Fundos consideram que "um gajo que não vai para a cama com uma gaja, ainda por cima prostituta, só pode ser paneleiro", estas são as mesmas pessoas que escreveram #jesuischarliehebdo. 

Onde andam os Je Suis qualquer coisa? Foram para a cama com Jesus Cristo seus cristãos fanáticos em fase de negação?

Agora trago-vos a história de Joãozinho, o escuteiro do CNE que quando descubriu que Jesus era gay, ele próprio saiu do armário e gritou "obrigado Jesus por te assumires".

p.s. Jesus riu-se com esta publicação e deus aplaudiu fomando o seu charuto enquanto recebia massagens de Maria Madalena. 

 

15
Dez19

Aristóteles o antigo Primeiro Ministro

Escrevo, logo existo

Aristóteles foi primeiro ministro, formado em medicina. Ele sempre foi um bom falante e nada ignorante, mais para o esperto do que para o inteligente. O que mais se destacou foi o esperto, nomeadamente nas suas relações humanas, confundem-se as económicas, políticas e pessoais.

Aristóteles era venerado pelos seus pares, todos se calavam para o ouvir porque tinha uma boa fala, toda a gente considera que ele diz a verdade, toda a gente confia nele e ele continua a misturar as relações políticas, económicas e familiares porque estes que confiam nele são também os que estão envolvidos na sua teia relacional, na sua esfera de influência.

Será que esta mistura esperta vai dar bom resultado?

Não percam o próximo episódio que alguém também não.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D