Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escrevo, logo existo

Escrevo, logo existo

livrosbolso-billboard
02
Mai20

Quarentena e o papa séries

Escrevo, logo existo

Nesta quarentena já papei tanta coisa em termos de séries. Acabei a série do Michael Jordan que retrata o seu percurso e a ascensão, desaires e declínio dos Chicago Bulls. Mais do que uma biografia do “Air” Jordan é a biografia da orquestra que foi esta dream team.

Série bem concebida, com imagens exclusivas, perfeita para quem gosta de basket, mas também para quem gosta de desporto. Sendo esta a dream team que contou com os melhores jogadores de todo o tempo. Podemos arriscar a dizer que o Jordan é o desportista mais trabalhador de sempre e quem sabe o mais talentoso. Vejam e tirem as vossas ilações

Outra série que comecei a ver foi o 1986, uma agradável experiência de viagem no tempo, uma série para todas as idades. A banda sonora é apaixonante, tornando Nuno Markl como responsável por trazer de novo aos palcos a Lena D´Água que andava desaparecida há muito tempo. A mistura do tempo com a juventude e os acontecimentos de é alucinante!

A “espia” também uma série portuguesa sobre os espiões ingleses presentes em Portugal durante a segunda guerra mundial, apesar de ser ficcionada a série demonstra a realidade do país vivida na altura, o medo e o receio de Portugal entrar para a guerra, mais a pseudo “neutralidade colaborativa” de Portugal fascista com a Alemanha nazi.

Abraço e entretenham-se, as duas últimas estão disponíveis na RTP Play à borla e a primeira na Netflix.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Plano Nacional Leitura-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D